Mostrando postagens com marcador PSB. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador PSB. Mostrar todas as postagens

Marília Arraes: Lula não é propriedade de ninguém

Ontem quarta-feira (23) o petista e ex-presidente da República Luis Inácio Lula da Silva disse ao governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB) que não subirá em dois palanques no estado. A afirmação visa garantir a aliança nacional com o PSB, motivada pela saída da deputada Marília Arraes do PT, para ser candidata a governadora pelo (Solidariedade) partido de Paulinho da Força Sindical.

A deputa respondeu ao governador dizendo: "Marília Arraes apoia Lula, incondicionalmente. Lula é patrimônio do Povo. Não é propriedade de ninguém".

Eleição 2022 em São Paulo

 


Nunca os partidos progressistas estiveram numa posição tão favorável a eles como na eleição deste ano em São Paulo. Fernando Haddad (PT), Márcio França (PSB) e Guilherme Boulos (Psol) despontam como candidatos muito bem votados nesta eleição, independente de qual seja o cargo que se candidatem.

Com certeza dá muito bem para resolver o embrolho, basta que cada um deles e seus partidos pensem na floresta, e não apenas na árvore de cada um.

Na minha opinião o melhor para todos é:

Fernando Haddad: candidato a governador

Márcio França: candidato a senador ou vice

Gulherme Boulos: candidato a deputado federal

E vocês, o que acham desta sugestão? Comentem.

Dino apoia chapa LuChu

Em entrevista a Carta Capital o governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB) afirmou que é possível o ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB por enquanto) ser candidato a vice-presidente na chapa do PT - leia-se Lula -. Flávio Dino disse que torce para Alckmin se filiar ao PSB e compor chapa com Lula em 2022, e explicou: Leia Mais>>>
www.brasil247.com - Flávio Dino, Lula e Alckmin

Delírio do PSB

O presidente nacional do PSB em entrevista ao saite Congresso em Foco revelou que se Geraldo Alckmin se filiar ao partido para compor chapa presidencial com Lula exigirá que o PT abra mão de apresentar candidatos aos governos de São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Pernambuco. 

Ao saber das exigências do PSB o Lula perguntou:
Será que eles me aceitariam como vice ou estou delirando?

Quem conhece o ex-presidente afirma quê não existe a mínima possibilidade dele aceitar esse acordo.