Dilma responde ao Estadão (estadinho)

 
Um jornal em diminutivo

Por Dilma Rousseff, no dilma.com.br 

O editorial de domingo, 30, do jornal Estado de S. Paulo mostra que a miopia do Estadão, que hoje tem aumentativo apenas no nome de fantasia, não é doença, mas extremismo de direita. Calculado e indisfarçável.

O jornal, que vem diminuindo ano a ano, inclusive fisicamente, hoje é um tabloide movido por uma obsessão: impedir a eleição democrática em outubro.

Já fez isto em 2018 quando, na véspera da eleição, jogou no lixo o que restava de dignidade à antiga família Mesquita para cometer o crime de afirmar que a opção entre um professor universitário, reconhecidamente democrata, e um deputado fascista era uma escolha difícil para o eleitor.

Estadão já pode ser chamado de Estadinho.

Apequenou-se, inclusive no tamanho das páginas. E segue no caminho do desaparecimento, depois de perder leitores e público, com tiragem cada vez menor. Segue movido apenas por obsessões que, em vez de disfarçar, ressaltam as mentiras que publica.

Exatamente ao contrário do que diz o jornal, estão frescas, na memória do povo brasileiro, os resultados produzidos pelos oito anos de governo Lula e pelos quatro anos que me foi dado o direito de governar sem a sabotagem aberta e sem o golpismo iniciado exatamente no dia em que fui reeleita.

Cumpri um ano e três meses de governo no meu segundo mandato com sabotagem escancarada, com o apoio do jornal, e instrumentalizada, inclusive nas páginas do Estadinho. O povo lembra. São lembranças da realidade e dos fatos, e não do ódio do jornal e da imprensa oligopolista brasileira.

Lula deixou seu segundo mandato com mais de 80% de aprovação e reconhecimento popular.

Eu, durante meu mandato inteiro, dei continuidade às grandes realizações de Lula. Mas fiz mais. Ampliei as iniciativas que transformaram o Brasil num país bem-sucedido e o brasileiro num povo feliz e com a maior autoestima de sua história.

No primeiro mandato, entre 2010 e 2014, apesar da forte oposição que enfrentei, em tese algo normal num regime democrático, meu governo produziu algumas das maiores realizações da história do país – contra a vontade do Estadinho, é bom que se diga.

Em 2014, conquistamos a menor taxa de desemprego da história do país – uma média mensal de 4,8%, que carateriza uma situação de pleno emprego. Trabalho formal, é justo dizer. Empregos com carteira assinada e direitos trabalhistas, que o Estadinho e os governos que o jornal apoiou e apoia destruíram, depois de me derrubar.

Não causa surpresa que o jornal, tanto quanto os golpistas que me destituíram sem que até hoje tenha sido caracterizado crime de responsabilidade, classifiquem como “teorias ultrapassadas e equivocadas”, que devam “ser escondidas”, o repetido acúmulo de recordes mensais de Investimento Estrangeiro Direto no país.

No meu governo, ampliamos a conquista de Lula e chegamos à marca de US$ 370 bilhões em reservas internacionais. Parece trivial, mas na história brasileira tal valor jamais foi alcançado.

Entendo que, exatamente ao contrário do que pretende o Estadinho, não se deve esconder, de maneira alguma, o fato de que, mesmo debaixo da mais massacrante sabotagem política já promovida no Congresso a um governo democrático, por meio de pautas bombas e de um boicote brutal das ações administrativas, processo iniciado no dia exato da minha reeleição, ainda assim alcançamos resultados fiscais rigorosamente superiores aos exibidos nos períodos de governo de FHC.

Por óbvio, a história elitista e de exclusão social do Estadinho — que sempre teve o condão de liderar a plutocracia paulista — não permite acreditar que o porta-voz do mais radical conservadorismo brasileiro pretenda dar importância a resultados extraordinários alcançados pelo meu governo, que são dignos de serem exibidos com orgulho em qualquer campanha eleitoral.

Foi no meu mandato, em 2014, que o Brasil conquistou a maior de suas façanhas: sair do Mapa da Fome da ONU. Graças a todas as políticas que realizamos desde a posse de Lula, em 2003.

Também foi sob o meu mandato, cujas realizações o jornal gostaria de esconder, que pela primeira vez na história 63 milhões de brasileiros tiveram acesso gratuito à assistência de saúde, por meio do programa Mais Médicos.

Além disso, nunca em nossa história, mesmo em governos democráticos, nos governos do PT e no meu em particular nunca tantos brasileiros de baixa renda obtiveram o direito de acesso à casa própria, com o Programa Minha Casa Minha Vida, e ao ensino superior, através da política de cotas e de facilidade de acesso a universidades privadas.

Para o Estadinho, é melhor que tudo isto seja escondido dos brasileiros. Sobretudo em uma campanha eleitoral.

Mas como os brasileiros já há muito tempo não acompanham mais o jornal, sem dúvida saberão o que o meu governo fez. E se orgulha de ter feito. E, na medida do possível, continuará vendo ser realizado, a partir de 2 de janeiro de 2023, quando Lula assumirá pela terceira vez a Presidência da República.

Contra a vontade do Estadinho. Mas pela força do povo. A força da maioria do povo. Como nas grandes e melhores democracias.

Dilma Rousseff - a honesta presidenta do Brasil que teve seu mandato conquistado democraticamente nas urnas cassado por um bando de ladrões. Entre os ladrões que a golpearam estava o verme Jair Messias Bolsonaro.

O sujismundo

O "Sujismundo"  posa de humilde ao derrubar farofa de frango sobre a roupa e no chão como se fosse um ato espontâneo e não uma encenação bem ensaiada. Isso no mesmo dia que a imprensa mostra que seus gastos com o Cartão Corporativo - pago por nós contribuintes - batem recordes. O farsante gastou em média 822 mil reais por mês desde o início do mandato. Verme!

Altamiro Borges



Bate papo

- Sabes, sou bastante gordo.
- Não faz mal, gosto de gordos.
- "Bloqueada". Provavelmente ia roubar meus sanduíches, meus doces e minhas batatas fritas.

Resposta de Lula ao convite do O Globo

“Agradeço o convite para uma entrevista para o jornal O Globo em uma série sobre ex-presidentes da República. Seu convite destoa da censura imposta pelas Organizações Globo. Não confundo as organizações com as diferentes condutas profissionais de cada um dos seus jornalistas.

O que me impede de atendê-lo é o notório tratamento editorial que as Organizações Globo adotam em relação a mim, meu governo e aos processos judiciais ilegais e arbitrários de que fui alvo, que têm raízes em inverdades divulgadas pelos veículos da Globo e jamais corrigidas, apesar dos fatos e das evidências nítidas, reconhecidas por juristas no Brasil e no exterior.

As próprias sentenças tão celebradas pela Globo são incapazes de apontar que ato errado eu teria cometido no exercício da presidência da República. Fui condenado por ‘atos indeterminados’.

Ao invés de ser analisada com isenção jornalística, a perseguição judicial contra mim foi premiada pelo O Globo. As revelações do site The Intercept foram censuradas, escondendo as provas de que fui julgado por um juiz parcial, em conluio com os promotores, que sabiam da fragilidade e falta de provas da sua acusação.

Enquanto não for reconhecido e corrigido o tratamento editorial difamatório das Organizações Globo não será possível acolher um pedido de entrevista como parte de uma normalidade que não existe, pelos parâmetros do jornalismo e da democracia.

Luiz Inácio Lula da Silva

Mulher surta em posto de gasolina

No Rio de Janeiro a gasolina hoje custa o triplo de quando esta mulher surtou, onde ela está agora?

Epidemia dos não vacinados

 

Pior que ainda tem gente que além de não se vacinar quer impedir que as crianças sejam. Como pode tanta ignorância?

Twitter da semana


 

Remenber 2018, por Carlos Fernandes

Juro que tenho mais respeito por quem, numa disputa entre Lula e Bolsonaro, opta por Bolsonaro, do que por quem opta por se omitir.
Tomar partido é uma exigência da vida que requer coragem.
Nessa categoria de disputa, uma opção por Bolsonaro, por mais esdrúxula que possa ser, porque carrega junto a si um verdadeiro desprezo por tudo aquilo que é humano, é, pelo menos, sincera com a sua mesquinhez existencial.
Já manter-se deliberadamente omisso em uma batalha em que a depender do resultado gera consequências sabida e comprovadamente desastrosas para o conjunto de toda a sociedade, é ainda mais vergonhoso porque para além de tomar o mesmo partido de quem opta convictamente por Bolsonaro, se mostra, para além de toda a estultice, um reles covarde.
E a covardia, sabemos todos, é o âmago incondicional de todo machão frustrado.
Eis Ciro Gomes, que por mais uma vez e, segundo suas próprias palavras, "com ainda mais convicção", escolhe Bolsonaro sem, no entanto, sequer ter a decência e a coragem de assim admiti-lo.
Não devemos nos enganar, Jair Bolsonaro é responsável direto pelo assassinato de mais de 620 mil brasileiros.

Mas definitivamente não teria conseguido realizar o seu sonho de genocida se não fosse pela omissão (e portanto apoio) dos covardes que, como diria Desmond Tutu, uma vez ficando neutro em situações de injustiça, escolhem claramente o lado do opressor. 

Carlos Fernandes

Opinião do Briguilino: Depois da fuga para França em 2018 nada que venha de Ciro Paris Gomes me surpreende. Ele mergulhou nas profundezas e imundície mais nojenta da politicagem. Tudo fruto da inveja. #¿$?%!¡ amoral. 


Frase do dia

 "Lula não foi inocentado pela Justiça". Um profissional do Direito que fala uma bobagem desse nível não pode ter prestado algum serviço lícito que mereça pagamentos milionários. Nem no Brasil, nem nos Estados Unidos da América (EUA), nem na China.

Flávio Dino de Castro e Costa - Flávio Dino de Castro e Costa é um advogado, político, professor e ex-magistrado brasileiro, filiado ao Partido Socialista brasileiro. É professor de direito constitucional da Universidade Federal do Maranhão e o atual governador do estado do Maranhão. Wikipédia



Custo EUA

⛽  Enquanto a Petrobras tem 30% de refino ocioso, 400 empresas importam gasolina dos Estados Unidos com preço dolarizado. O Brasil não precisa pagar em dólar o que produz em real. Na questão dos combustíveis o "custo Brasil" é bem mais em conta que os custos EUA, que embute nele despesas com guerras e vidas humanas.
Lula 

Esperança

Dia nacional da visibilidade trans

 Por um Brasil com muito mais amor, respeito e reconhecimento do direito a diversidade humana

Representatividade, acesso à educação, saúde, segurança e oportunidade para todos e todas
Fernando Haddad


A Lava Jato & empregos

Resultado da Lava Jato X emprego:
A operação comandada por um juiz ladrão desempregou mais de quatro milhões e quatrocentos mil trabalhadores e criou 1 (Hum) com salário de 10 mil reais (dia), para quem, Quem?...

- Sérgio Moro, o juiz ladrão!

Pesquisa Ibop

 Notícia de primeira mão.

A partir da próxima quarta-feira (1º de fevereiro) o IBOP - Instituto Briguilino de Opinião Pública - inicia a temporada 2022 de pesquisas eleitorais. 

A primeira será sobre a campanha presidencial.

Que rufem os tambores.

Ibop

pesquisa


A vida como ela É

Enquanto Lula é inocentado de todas as acusações armadas contra ele, ficamos sabendo que Sérgio Moro - juiz ladrão - recebeu (é o que sejumoro diz) o equivalente ao triplex de Guarujá e o sítio de Atibaia por apenas um ano de trabalho(?) na empresa que presta serviço a Odebrecht, OAS e outras empreiteiras que a quadrilha de Curitiba quebrou.

Você compraria um carro usado por este farsante?

Eu não compraria.

Filiação do senador Fabiano Contarato ao PT

 

Economia: salário mínimo

De 2003 a 2010 o presidente Lula concedeu o maior aumento do salário mínimo da história do Brasil, 54%.

Sem a política adotada por Lula e seguida por Dilma hoje o salário mínimo seria de 694 reais, 43% a menos que o atual.

Bom sempre lembrar: É o PT que defende você

Uma estória tailandesa, por Orlando Souza


Uma vez, existiu um mendigo que estava tentando juntar comida. Ele notava que todos os dias a sua comida desaparecia. Um dia, achou o rato que pegava a comida dele e perguntou para o rato: “Porque você está roubando de mim? Eu sou um mendigo! Você poderia estar roubando de pessoas ricas e isso não ia afetar elas.”

O rato disse para o mendigo: “Está no seu destino que você só pode possuir apenas oito itens, não importa o quanto você peça, não importa o quanto você juntou, isso é máximo que você poderá ter.” O mendigo ficou chocado e falou: “Porque é esse o meu destino?” E o rato disse: “Eu não sei! Você deveria tentar perguntar a Buda.”

Então, o mendigo sai em uma jornada para procurar Buda e no caminho fica tarde e ele acaba chegando na casa de uma família muito rica. E pede para passar a noite ali, ao que lhe é permitido. No jantar, o casal pergunta: “Meu jovem, porque você está viajando até uma hora dessas?”

O mendigo responde: “Eu tenho uma pergunta pra Buda e amanhã eu já sigo meu caminho.” A família então pede: “Podemos lhe dar uma pergunta pra você levar a Buda? Nós temos uma filha de 18 anos que não fala, nós gostaríamos de saber o que a gente tem que fazer pra ela falar.”

Então o mendigo agradece-lhes pelo abrigo e diz: “Não se preocupe, eu vou levar a pergunta à (Buda).”
Na manhã seguinte, ele continua sua jornada e vê o mar de montanhas que tem que cruzar. Ele escala uma das montanhas e encontra um mago.

O mago decide usar seu cajado mágico pra levar o menino e ele mesmo voando através do mar de montanhas. E pergunta ao menino: “Pra onde você está indo? Porque decidiu cruzar essas montanhas?” O menino falou: “Eu vou encontrar Buda pra fazer uma pergunta sobre o meu destino.”

O mago então, diz: “Por favor, posso te dar uma pergunta para você levar à Buda? Eu tenho tentado subir ao paraíso há mil anos. De acordo com meus ensinamentos eu já deveria ter conseguido. Você pode, por favor, perguntar para Buda o que eu devo fazer para ir ao Paraíso?”

- Claro! - o menino disse. Eu vou levar sua pergunta a ele.

Ao continuar aquela jornada, o menino se depara com seu último obstáculo: um rio que ele não consegue atravessar. Por sorte, encontra uma tartaruga-gigante, que decide levá-lo até o outro lado.

Enquanto eles atravessam o rio, a tartaruga pergunta: “Pra onde você está indo?”

- Eu estou indo ver Buda! Eu tenho uma pergunta sobre o meu destino.

A tartaruga então diz: “Você pode fazer um favor pra mim? E fazer uma pergunta também? Eu venho tentando me tornar um dragão há 500 anos. Pelos meus estudos e treinos, eu já deveria ter me tornado um dragão. Por favor, você pode perguntar à Buda o que eu devo fazer pra me tornar um dragão?”

O menino agradece a tartaruga pela ajuda e diz: “Claro! Eu vou levar sua pergunta a ele”.

O mendigo, então, finalmente encontra Buda. E Buda fala pra todo mundo que está lá: “Eu vou responder apenas três perguntas de todos aqui, apenas três perguntas!”

O menino ficou chocado! Ele tem quatro perguntas pra fazer. Então, ele pensa com cuidado. Ele pensa na tartaruga vivendo há quinhentos anos tentando se tornar um dragão e o mago que vive há mil anos tentando subir ao paraíso e a menina que vai ter que viver o resto da vida sem poder falar.

Então, ele olha pra si e diz: “Eu sou apenas um mendigo sem teto, eu posso apenas voltar e continuar pedindo esmolas”.

Então, olha os problemas dos outros e os problemas dele de repente pareciam tão pequenos, e ele sente pena da tartaruga do mago e da menina. E decide fazer as três perguntas deles.

E Buda diz: “A tartaruga não está disposta a sair do casco, enquanto ela não estiver disposta a deixar o conforto de seu casco, ela nunca vai se tornar um dragão!

“O mago sempre carrega o seu cajado, nunca solta ele! E o cajado tem um peso, age como uma ancora, não deixando ele ir ao paraíso.
E a menina, ela só vai conseguir falar quando ela encontrar sua alma gêmea”!

Então, o mendigo agradece Buda e começa sua jornada de volta pra casa.

Ele revê a tartaruga e fala: “Ei, você só tem que sair do seu casco que você vai virar um dragão!” A tartaruga, então, sai do seu casco. E dentro do casco havia pérolas preciosas, que só são encontradas nas partes mais profundas do oceano.

A tartaruga dá as pérolas ao mendigo e diz: “Não preciso mais disso porque agora eu sou um dragão!” E vai embora voando.

O mendigo reencontra o mago no topo de uma montanha e diz: “Você só tem que soltar o seu cajado e você vai conseguir subir ao paraíso”. O mago solta o seu cajado entregando pro menino e diz: “Obrigado!” E sobe ao paraíso.

O menino tem agora a riqueza que ganhou da tartaruga e o poder do mago.

Ele volta pra família que o acolheu e fala pra eles: “Buda disse que sua filha mais nova vai conseguir falar quando ela conhecer a sua alma gêmea!”

E naquele momento a filha desce as escadas e diz:

- Ei, não é esse o menino que esteve aqui semana passada?”

A menina e o menino encontraram suas almas gêmeas.

‘Essa história nos fala de tantas coisas e nos ensina tantas lições... Às vezes nós temos que nos doar pra que algumas coisas aconteçam. Às vezes, se quisermos nos tornarmos dragões, nós temos que estar dispostos a deixar algumas coisas pra trás, algumas coisas que nos deixam mais confortáveis, que nos fazem sentir seguros.

Nós temos que sair da nossa zona de conforto, como a tartaruga e o mago fizeram!

E às vezes pra encontrar o amor verdadeiro é necessário primeiro passar por uma jornada só nossa. Uma autotransformação.

Quando você está sozinho, perdido nos seus pensamentos algumas vezes seus problemas parecem tão grandes e pode parecer o fim do mundo. Mas, se a gente olhar pra vida das outras pessoas, pessoas que não têm tantas oportunidades como nós, que estão numa situação mais difícil que a nossa, às vezes isso faz os nossos problemas parecerem tão pequenos... e se estivermos dispostos a oferecer ajuda aos que estão com mais dificuldade do que nós, isso pode mudar o rumo da nossa vida, o nosso destino.

E o universo pode nos devolver de forma que a gente nem imagina. Pode acreditar: todo bem que você faz para o mundo, vai voltar pra você.

Então, se você estiver passando por momentos difíceis agora, eu espero que essa história te ajude. E espero sinceramente que você nunca esqueça que dentro de você há uma quietude, um santuário para o qual você pode se retirar a qualquer momento e ser você mesmo!

Tudo que você precisa é coragem, amor, força, paz... e tudo isso está dentro de você, o objetivo é encontrar!’

Que você encontre quanto antes.
E saia da sua zona de conforto.
Que encontre o seu destino e reescreva a sua linha do tempo.
Desejo muito que se encontre consigo mesmo, com você mesma.
E mude - pra melhor - a sua vida!

Pinçado do feice de Orlando de Souza

Arquivada maracutaia do triplex

Desde o golpe da Dilma até minha prisão, foi uma coisa planejada. Era preciso tirar o Lula da disputa presidencial porque se tiver eleição para presidente o Lula vai ganhar. Essa tramóia que foi feita, essa combinação, essa tramóia espúria que foi feita por uma parte do Ministério Público, mais o juiz, mais a Polícia Federal, mais a imprensa fez com que eu, durante muito tempo, fosse achincalhado nos meios de comunicação como jamais alguém foi na história. Como eu sempre acreditei na verdade e acho que quem tem fé e consciência limpa vai sempre vencer, eu hoje estou em uma posição de muita tranquilidade vendo a verdade aparecer a cada dia, a cada hora, a cada movimentação. Ou seja, quem era herói está virando bandido e quem era bandido está virando herói.
Lula 

Sincericidio tardio de Miriam Leitão

"Miriam Leitão comete sincericidio tardio em sua coluna no Globo de hoje (24 de janeiro), ao admitir que o impeachment que me derrubou foi ilegal e, portanto, injusto, porque, segundo ela, motivado pela situação da economia brasileira e pela queda da minha popularidade. Sabidamente, crises econômicas e maus resultados em pesquisas de opinião não estão previstos na Constituição como justificativas legais para impeachment. Miriam Leitão sabe disso, mas finge ignorar. Sabia disso, na época, mas atuou como uma das principais porta vozes da defesa de um impeachment que, sem comprovação de crime de responsabilidade, foi um golpe de estado.
Agora, Miriam Leitão, aplicando uma lógica aburda, pois baseada em analogia sem fundamento legal e factual, diz que se Bolsonaro “permanecer intocado e com seu mandato até o fim, a história será reescrita naturalmente. O impeachment da presidente Dilma parecerá injusto e terá sido.” O impeachment de Bolsonaro deveria ser, entre outros crimes, por genocídio, devido ao negacionismo diante da Covid-19, que levou brasileiros à morte até por falta de oxigênio hospitalar, e por descaso em providenciar vacinas.
O golpe de 2016, que levou ao meu impeachment, foi liderado por políticos sabidamente corruptos, defendido pela mídia e tolerado pelo Judiciário. Um golpe que usou como pretexto medidas fiscais rotineiras de governo idênticas às que meus antecessores haviam adotado e meus sucessores continuaram adotando. Naquela época, muitos colunistas, como Miriam Leitão, escolheram o lado errado da história, e agora tentam se justificar. Tarde demais: a história de 2016 já está escrita. A relação entre os dois processos não é análoga, mas de causa e efeito. Com o golpe de 2016, nasceu o ovo da serpente que resultou em Bolsonaro e na tragédia que o Brasil vive hoje, da qual foram cúmplices Miriam Leitão e seus patrões da Globo."
DILMA ROUSSEFF

Censura identidaria

Essa onda atual de identidarismo cultural, racial, sexual, o escambau etecetera e tal já passou mais do que da conta. Muitos dos que foram ...Leia mais no Blog do Briguilino:  

Frase do dia

Acreditar que o 🌎 científico está errado e que um militar expulso das forças armadas brasileira, por insanidade mental e terrorismo esteja certo é o último estágio da imbecilidade humana. 
A frase acima é uma versão da frase original abaixo (foto) de Adriano Coradini.

Não sou lulista, sou brasileiro!

Sou iguatuense
Sou cearense 
Sou nordestino
Sou brasileiro 
Com muito amor e orgulho. 

E quem não for, com certeza tem dinheiro pra comprar uma passagem pra o paraíso na terra 🌎 vai lá...

Artigo dominical, de Caetano de Holanda

Lula deixou claro que o modelo de desenvolvimento a ser seguido é o da China. Afirmou que é necessário revogar a Reforma Trabalhista, como a Espanha fez. The New York Times publicou matéria destacando as dificuldades que os EUA terão em dominar a América Latina caso a vitória eleitoral de Lula se confirme no Brasil, como recentemente vimos na Argentina, Bolívia, Peru, Honduras e Chile. O Império fará de tudo para impedir a vitória de Lula. O Brasil é um território fundamental para o domínio de toda região. Será preciso coragem para enfrentar o que nos aguarda. Lula precisará tomar todos os cuidados necessários para chegar ao fim do processo e assumir o poder. Os movimentos populares devem ocupar as ruas e demonstrar apoio inconteste a Lula. A nossa conjuntura é essa. Enquanto isso, alguns que adoram falar grosseiramente sobre Cuba, Venezuela e China, continuam a falar fino com os EUA. Isso é uma clara evidência de quem está realmente do nosso lado. Quem é socialista, comunista ou progressista de verdade, está com Lula, pois sabe compreender o que vivemos nesse momento de crise profunda. Quem está ao lado do povo é Lula. Os outros são apenas vaidosos colonizados que trabalham contra a soberania do Brasil... 
Caetano de Holanda

As promessas de Lula

  • Prometeu gerar 10 milhões de empregos, gerou 23 milhões.
  • Prometeu aumentar o salário mínimo de 75 pra 100 dólares, aumentou para 300 dólares.
  • Prometeu reduzir juros de 27% para 12%, reduziu para 7%.
  • Prometeu baixar o dólar de R$ 4,00 para R$ 2,30,  baixou para R$ 1,70. 
  • Prometeu baixar o desemprego de 14% para 8%, reduziu para 4,5%. 
Elevou 30 milhões de brasileiros à  classe média e tirou 40 milhões da pobreza extrema (excluindo o Brasil do mapa da fome da ONU).
Pagou a impagável dívida externa, que nos tornava reféns das políticas econômicas do FMI, e passamos de mutuário (que deve) para credor (que empresta).
No governo de Lula e Dilma  nossas Reservas cambiais passaram de U$28bi (com FHC) para 378 bilhões de dólares (13 vezes mais) e passamos da décima quarta posição para a sexta economia mundial (desbancando a Inglaterra). 
Com o programa Minha Casa Minha Vida foram construídas 1,7 milhões de moradias beneficiando 6,8 milhões de pessoas que adquiriram sua casa própria.
Criou (com Dilma) 18 Universidades Públicas (mais do que em 500 anos na história do Brasil) e 282 Escolas Técnicas. 
Criou o SAMU com milhares de ambulâncias UTI's móveis que salvam diariamente milhões de brasileiros. 
Criou o ProUni e botou o filho do operário na Universidade. 

Lula é uma mente brilhante, uma lenda viva.

Contra fatos não há argumentos 
(Adaptação do texto de Elvis Rocha

Estou vacinado: caiu na rede

"ESTOU VACINADO e não sei o que tem dentro, nem nessa vacina, nem nas que eu tomei quando era criança, nem no Big Mac ou no cachorro quente.
Eu também não sei o que tem no Ibuprofeno ou outros medicamentos, só sei que curam minhas dores...
Não conheço cada ingrediente no meu sabonete, shampoo ou no filtro solar. 
Desconheço o efeito a longo prazo do uso celular e do microondas. 
Não sei se a comida que comi no restaurante foi feita por mãos limpas ou se minhas roupas, cortinas e bebidas esportivas representam alto risco a minha saúde.
Isso para não falar dos agrotóxicos e sobre comer ou não a casca da maçã.
Resumindo....
Tem muita coisa que eu não sei e nunca saberei.
Mas uma coisa eu sei: 
A vida é curta, muito curta e eu ainda quero fazer algo além de simplesmente estar 'trancado".
Ainda quero abraçar pessoas sem medo.
Quando criança e adulto, fui vacinado contra a paralisia infantil, tuberculose, difteria e contra muitas outras doenças. Acredito que minha família confiou na ciência e nunca tivemos que sofrer ou transmitir nenhuma das doenças contra as quais fui vacinado... 
Eu digo SIM.
Estou vacinado para:
-  Não morrer de Covid-19.
- Para abraçar meus amores.
- Viver minha vida 
- Para ter esperanças.
Mas sobretudo, para cumprir com a minha RESPONSABILIDADE COM O RESTO DA HUMANIDADE, independente de raças, países, política e credos…”
E que venha a quarta, quinta...dose!!!"

Texto lido, copiado e postado!
Simplesmente porque ele representa o que eu acredito.