Antiraças

Diariamente Moro confessa que foi um juiz ladrão

 

Este vídeo acima é apenas um dos exemplos. Se vocês pesquisarem no Google irão encontrar muitos outros, dezenas.

Ontem quarta-feira (15), outro exemplo, o pré-candidato publicou um vídeo em resposta a declarações de Lula sobre a Petrobras e a Lava Jato.

Nele, o ex-juiz diz que o ex-presidente (Lula) deu uma entrevista afirmando que ele (Moro) e a Operação Lava Jato prejudicaram a Petrobras: “O ex-presidente diz que nós prejudicamos a Petrobras. Isso é mentira”. Ele se refere a ele e à Operação Lava Jato, que era uma das partes da qual ele deveria manter equidistância em relação à outra no processo que estava julgando, como “nós”.

Mais adiante, no mesmo pronunciamento, ele diz: “A Lava jato salvou a Petrobras, salvou a roubalheira e impediu que ela quebrasse”…

Sergio Moro não estava em uma posição ilegal dentro do processo, não só apenas afastado da equidistância obrigatória entre as partes. Sergio Moro se apresenta como tendo sido de uma das partes. Ele se define como parte de uma das partes.

“O que a gente fez na Lava Jato”. Foi ele quem disse isso. Está no vídeo acima e em muitos outros ao alcance de uma busca simples no Google.

O que Sergio Moro vem confessando repetida e publicamente nos últimos dias é que, sim, ele era um juiz parcial, um juiz ladrão, mas não por que não se mantinha equidistante das partes, é mais do que isso. Ele era parte de uma das partes.

O que ele vem confessando é que ele é muito, mas é muito ladrão.

por Vínicius Segala

Nenhum comentário: